Prefeito de Nova Alvorada do Sul e Moradores conversam com Deputados sobre projeto da CCR no perímetro urbano - Jornal da Terra - Noticias em tempo real

24º min
36º min


Prefeito de Nova Alvorada do Sul e Moradores conversam com Deputados sobre projeto da CCR no perímetro urbano

Os moradores do bairro Três Fronteiras procuraram a Prefeitura Municipal para discutir sobre o projeto da CCR/MS Vias sobre a BR-163, pelo "engaiolamento"

Publicado em: 24/01/2017 às 14h53

Alvorada Informa

Moradores e Empresários com os Deputados Prefeito e Vereadores (Foto: Rones Cezar Leal / Alvorada Informa)

Os moradores e empresários do bairro procuraram o Prefeito Arlei Silva Barbosa (PMDB) para ver a possibilidade de uma conversação com a empresa CCR/MS Vias. O Prefeito se prontificou de conversar com alguns Deputados para que, eles se fizessem presente na reunião juntamente com a população no intuito de encontrar um meio legal para que a empresa pôde-se se adequar para que fique bom para ambas as partes.

Os empresários contaram do enorme prejuízo que estão tendo pelo fato de estarem sendo de certa forma ENGAIOLADA, Segundo alguns empresários foram fechados todos os tipos de acessos que Ligava o bairro Três Fronteiras á o bairro Nova Alvorada, e o prejuízo esta sendo incalculável, pois a volta que se tem que fazer para chegar em seus estabelecimentos está sendo inviável.

 O Deputado Estadual João Grandão (PT), foi totalmente favorável e disse que a população pode contar com seu total apoio e que acha inaceitável e que de imediato se prontificou a ajudar a população o Deputado disse que não pode garantir que vai resolver o problema, mais que o que estiver no alcance dele ele vai fazer, para esse assunto tomar um encaminhamento político aceitável, e que ele conta com o apoio do legislativo e do executivo para que faça esse preâmbulo. 

O Deputado Estadual Junior Mochi (PMDB), Presidente da Assembleia Legislativa disse que sabe que as dificuldades são muitas o desafio também, mais que agente vence eles é com a união o esforço coletivo, com compreensão e com muito trabalho, o Deputado disse que essa reunião pré eliminar é muito importante para que seja feito em encaminhamento disso, e disse que faz das palavras do seu companheiro João Grandão "Agente não sabe o que damos conta de fazer, mais nós não podemos é não sabendo que não damos conta não fazer nada e temos que fazer esses encaminhamentos" Mochi contou os de mais que ali estava que é de coxim e que a mesma situação que os comerciantes e moradores estão passando coxim não é muito diferente, o deputado disse que lá o caso é pior, que pelo fato de que a cidade ser muito antiga está construída a margem da rodovia.

O Deputado disse qual a forma mais correta de dar seguimento para que seja discutida essa situação é fazer uma Reunião com a presença do Legislativo Municipal do Executivo e também de Representantes das pessoas que estão sendo prejudicadas com o Legislativo Estadual e ter a presença da CCR/MS Vias e convidar um Representante da ANTT. E também disse que seria muito interessante convidar alguns representantes da Bancada Federal para que eles possam trazer um Diretor ou Representante da ANTT de Brasília para que possa estar presente na discussão desse assunto e disse que como Presidente e representante da Assembleia Legislativa podem contar com todo apoio para que a reunião tenha força e peso para que providências sejam tomadas.

O Vereador Renilson (PMDB) por sugestão do Deputado Federal Carlos Marun (PMDB) realizou um abaixo assinado que foi protocolado na ANTT.

O Empresario Anderson Gomes (Popular Gordo da AJG) disse que a CCR apareceu na calada da noite e lacrou a cidade e que foi feita até uma manifestação para que não tira-se um quebra molas redutor de velocidade que tem na via, pois seria muito arriscado por aqueles que ali passam, ainda mais que naquela região conta com a 1° Igreja Católica no Município de Nova Alvorada do Sul.

Anderson disse que oque a CCR fez foi imoral, pois nunca foi consultado os moradores e empresários daquela região, Anderson disse que o Serviço que a CCR fez foi mal feito porque ali curriqueira mente ocorre vários acidentes, e que nenhum desses acidentes foi provocado por moradores de Nova Alvorada do Sul, isso mostra que o serviço foi mal feito e está mal sinalizado. E que quando alguém procura a empresa eles fazem pouco caso e nem dão atenção e manda eles entrarem na justiça. o Deputado João Grandão fez o comentário que a população não tem culpa se a prefeitura perdeu o Prazo, e que eles não podem pagar por erro de gestão. 

O Prefeito comentou com aqueles que estavam na reunião do descaso que ele recebeu a prefeitura, da situação dos maquinários, da situação de pavimentação da cidade, o salário dos Servidores do Mês de dezembro que não foi realizada e da documentação inapropriada, Arlei comentou que a Secretaria de Obras tem alguns maquinários que são do PAC, e que tem que ser feitos relatórios cotidianos, e que a gestão anterior não apresentava esses relatórios e que agora o município terá que devolver esses maquinários e que disse que a Prefeitura recebe todo dia um tipo de notificação diferente como alguns precatórios que geram até bloqueios nas contas da Prefeitura, e disse que no dia 16 ao invés da equipe está se organizando para realizar as compras de remédios, tapar buracos entre outras coisas eles estavam fazendo esforços para que a folha de DEZEMBRO pudesse ser feita, Arlei afirmou que isso é um descaso. Arlei disse que já esteve na CCR/MS Vias dando uma conversada e que está muito feliz de receber os Deputados para que tenha uma resolução este fato.

Arlei comentou também que no projeto da CCR/MS Vias que é a implantação do sentido único nas laterais da cidade, Arlei afirmou que isso é inviável pois aquelas ruas sempre foram sentido duplo e seria impossível torna-las sentido único, de certa forma seria outra lastima pro município.